Tudo corria bem no último dia de comemoração dos festejos de São Sebastião, co-padroeiro da cidade de Aquiraz. Muitas pessoas foram à procissão e participaram da missa campal, na praça matriz. Havia um policiamento ostensivo, do início ao fim da festa. O pároco se pronunciou contra a violência que assusta a cidade e pediu providências. Havia pessoas com cartazes pedindo paz. A praça estava bem movimentada e as barracas puderam receber seus fregueses com tranquilidade.

Ainda temerosos sobre o inédito fato ocorrido na noite passada, onde duas pessoas chegaram ao óbito, dentre elas um servidor público da prefeitura municipal que perdeu sua vida inocentemente, muitas pessoas, dentre crianças e idosos se fizeram presentes à festa.

Tudo corria bem quando, por volta da meia noite, mais uma ação de bandidos ocorre desafiando o poder de polícia presente ao local. Havia várias viaturas da polícia fazendo a segurança da festa e, mesmo assim, não inibiu a ação dos bandidos que furtaram um veículo que estava estacionado no entorno da festa.

O fato interessante são os autores do crime. Presenciamos, nós da AGAGE, a ação no momento exato de sua execução. Um veículo Corsa, de cor verde lodo, passou em disparada, guiado por uma mulher e mais duas pessoas nos bancos dos caronas. Esse mesmo veículo passava seguido por uma viatura da polícia e, logo em seguida, de mais outra viatura. A cena dava a entender que a mulher partia em velocidade, acompanhada da polícia, em busca de um suposto bandido que fugia de um crime. Tal impressão se passou por todos os que viram a cena.

Ao sabermos o que de fato ocorreu ficamos pasmados, a mulher que dirigia em disparada o veículo, na verdade, não era uma mulher. Segundo o dono do veículo, que estava próximo a nós, o que parecia ser uma mulher era um homem disfarçado de mulher e a polícia que seguia esse veículo não o estava acompanhando, mas, sim, tentando capturá-lo. Por sorte do dono do veículo, a polícia estava no local e na hora exata da ação criminosa. Os bandidos foram pegos na CE-040, próximo da Sede do município.

Estamos nos mobilizando para planejar e exigir medidas que melhorem a segurança em nosso município.

Por Joaquim Paiva
Presidente da AGAGE – Associação Gente Ajudando Gente